Do livro  

Posted by [The]Lirium



"... E então saiu correndo.

Não sentia mais o chão abaixo dos pés... Já não ouvia mais nada. Chorava com tanta força que já não sabia se estava respirando.

Ela ofegava, e seu coração batia rápido demais, pensou até que desmaiaria ali mesmo. Mas de alguma maneira ainda tinha forças para correr aquele mundo inteiro. Tinha uma imensidão verde pela frente, e ela não tinha horário para parar.

Suas lágrimas eram jogadas pelos seus olhos, e voavam com o vento.

... Mal voltou a respirar, quando virou para frente e notou que o tempo todo estava correndo em direção a um abismo.

Suas pernas tremeram, seu corpo ficou rígido, e numa fração de segundos ela conseguiu frear. Ouviu os cascalhos de pedra caindo e fazendo um som oco nas laterais do precipício. O sangue pulsava em suas veias.

Uma gota de suor escorregou pela testa até o queixo e caiu..."

De "Onde os sonhos têm vez - Larissa Tonin" - [The]Lirium


This entry was posted on domingo, 4 de abril de 2010 at domingo, abril 04, 2010 . You can follow any responses to this entry through the comments feed .

3 Murmúrio[s]

O que há na alma do homem que o faz crer que há Luz no fim do túnel?
Que o Sol nascerá no dia seguinte? Mesmo que tudo indique que as trevas jamais terminarão?
Que a chegada está mais longe do que pensávamos?
Que simplesmente não fomos bons o bastante?
Rápidos o bastante?
Puros o bastante?
Será orgulho tolo?
Ingenuidade?
Ou é o espírito humano poderoso o bastante para fazer o Sol nascer por nossa vontade?
Embora jamais venha saber o que é, seja o que for... Eu e você temos de sobra!!!!!!!

4 de abril de 2010 10:41

nossa, que assustador. Mas por que ela chora?
Gostei do blog ^^

6 de abril de 2010 10:07

Chora por achar que é culpada e por ser esquecida (ou achar que foi.)
E também, por perdê-lo.

Obrigada! ^^

10 de abril de 2010 20:31

Postar um comentário