Dançando com sombras  

Posted by [The]Lirium


As folhas secas de outono caem.

Assim como barquinhos de papel flutuam pelas poças d’água.

Não há violinos, nem bandolins...
Não há harpas, nem flautas...

Mas os pássaros cantam,

Assim como o suave sussurro do vento sobre aqueles corpos,

-Agora distantes-


Nomes esquecidos.

E as flores presenteadas murcharam há muito tempo.

Mas existe a lembrança das glórias passadas e das incontáveis derrotas.

A gigantesca águia

A floresta escarlate

As folhas em branco

E a história que jamais será escrita como deveria.


As folhas congeladas pelo inverno morreram.

Assim como esse conto, tiveram um fim.

Ele se transformou em faíscas que brilham com as estrelas...


Uma nota de harpa é tocada.

Por quem?

Por quê?

Para quem?

Oh, Cavaleiro!

-Há silêncio-

E restou apenas o som daquele coração batendo sozinho.



Larissa Tonin - [The]Lirium

This entry was posted on sexta-feira, 2 de abril de 2010 at sexta-feira, abril 02, 2010 . You can follow any responses to this entry through the comments feed .

4 Murmúrio[s]

Serão sempre belas as suas palavras,
mesmo quando estas não parecerem verter
suave e rapidamente...
E, é apenas isso que tenho a dizer!

Que post por muito tempo.

2 de abril de 2010 17:59

Que post por muito tempo. [2]

Lindo, Larissa.
Podes ter certeza que o irei acompanhar. ^^

2 de abril de 2010 18:57

Nada pra falar, a não ser... Perfeito!!!! Parabéns Mokona!!!!

^^

2 de abril de 2010 19:42

Detalhes incriveis, em uma composição bela, doce, e triste...
Seriam exatamente como sua criadora... exceto pela tristeza...

3 de abril de 2010 10:32

Postar um comentário